Recentemente, foi publicado o livro “51 Ferramentas Para Análise Criminal” , organizado pelo Coronel da PMERJ Marcus Ferreira, com a colaboração de excelentes profissionais com mais de 15 anos trabalhando na área, no qual são apresentados muitos exemplos voltados ao monitoramento, à administração e ao planejamento policial.

Geralmente o foco do trabalho de policiamento acaba se restringindo ao estabelecimento da materialidade do fato criminoso, a busca de sua autoria e das circunstâncias de sua realização. Geralmente, não há espaço para se discutir o fenômeno criminal de forma contextualizada, buscando-se pensar em suas causas específicas, tal como proposto pela Análise Criminal. 

“A informação é como a luz: sua falta não permite a visualização dos detalhes de um objeto ou de um ambiente, seu excesso, porém, ofusca a visão e a dificulta, da mesma forma. Por vezes é preciso direcionar a luz, focalizá-la especificamente no objeto a ser examinado. Assim também é com a informação, pois sua falta ou excesso terminam por prejudicar a correta percepção do tema abordado, e é nesse sentido que são aqui expostas inúmeras ferramentas. Com estas, é possível ajudar a organizar e otimizar a informação disponível, de modo a auxiliar o analista a tecer suas hipóteses explicativas.” Marcus Ferreira

Lista de ferramentas abordadas no Livro:
51 Ferramentas Para Análise Criminal

1. Frequência de logradouros
2. Frequência de horários
3. Frequência de dias do mês
4. Frequência de dia da semana
5. Frequência de Circunscrição do fato
6. Frequência de AISP do fato
7. Frequência de bairros
8. Frequência de municípios
9. Séries históricas
10. Taxas por habitantes
11. Análise espacial por pontos
12. Análise espacial por linhas
13. Análise espacial por polígonos
14. Análise espacial por mapas temáticos
15. Análise espacial de concentrações
16. Análise por células de geoprocessamento
17. Cálculo de risco de linhas ônibus
18. Definição de rotas para deslocamento e policiamento
19. Densidade de policiamento
20. Cálculo de necessidade de policiamento
21. Padrões Regionais de “Normalidade”
22. Alerta
23. Contagem de “Chacinas”
24. Perfil de vítimas
25. Perfil de acusados
26. Indicadores sociais
27. Setores censitários
28. Análises demográficas específicas
29. Padrão de publicação de dados
30. Formato genérico de organização de informação
31. Comparação de incidências
32. Sazonalidade
33. Séries temporais
34. Diário de eventos relevantes
35. Monitoramento gráfico
36. Book estatístico
37. Relatórios comparativos
38. Gráficos ideais
39. Tópicos mínimos em um mapa
40. Geoprocessamento probabilístico
41. Perfil de veículos subtraídos
42. Subtração x recuperação de veículos
43. Lapsos de tempo
44. Prisões
45. Critério de avaliação de risco em áreas específicas
46. Análise “aurística”
47. Matriz Hotspot
48. Análise de desaparecidos
49. Regressão
50. Correlação
51. Análise de violência no trânsito

Os autores são Marcus Ferreira, Leonardo Carvalho, Natalie Henriques, Vanessa Campagnac, Andreia Soares, João Batista e Renato Dirk esperam que seja uma leitura agradável e proveitosa.

COMPARTILHAR
Stive
Stive é o portal de Segurança e Defesa que está revolucionando a forma como a comunidade Law Enforcement encontra notícias relevantes. Stive é o destino on-line mais abrangente e confiável para as autoridades e instituições policiais em todo Brasil.

2 Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA