PAPA MIKE - a realidade do policial militar
PAPA MIKE – a realidade do policial militar

Com propostas de reflexão e debates sobre segurança pública, com especificidades por regiões e culturas, Papa Mike – que remete ao alfabeto policial, onde P é Papa e M é Mike, formando a sigla PM – trata de questões-chave na sociedade brasileira, na ótica de um de seus protagonistas: o policial militar.

Papa Mike conduz o leitor a um percurso pela PM no mapa do Brasil, com as lentes focadas dos bastidores nas trincheiras do combate ao crime.
Misto de relato e memórias, com adrenalina e pé no jornalismo, entre conversas na intimidade com comandantes-gerais, depoimentos emocionados da tropa – alguns confidenciais, outros em tom de desabafo – e confissões do autor, o livro mostra um retrato dos PMs em nível nacional, seus desafios, sacrifícios, tabus, motivações e idiossincrasias.

No livro Papa Mike, obra surpreedente do amigo Sargento Lago, não há a pretensão de mapear as causas do crime, ele surgiu na esteira do projeto Polícias Militares do Brasil, em que ele desenvolveu com o objetivo de conhecer e registrar, em imagens e depoimentos, a realidade nos quartéis da PM no país. Corria o ano de 2010 e, recém-aposentado, após trinta anos de serviço na PM do estado de São Paulo, via-me ainda atormentado por várias questões para as quais, ao longo da carreira, não conseguira encontrar resposta.

Nas páginas de Papa Mike, o leitor encontrará recortes do que acontece no cotidiano dos policiais. Se for um civil, terá a ocasião de ver, por outros olhos que não os seus, quem são esses servidores que atuam pela sua segurança; perceberá que certas coisas que ouviu dizer não passam de lendas, enquanto outras são a mais pura verdade. Se for um policial, conhecerá perspectivas distintas e peculiaridades próprias de cada lugar; em todo caso, se reconhecerá também aqui e ali e, certamente, nada lhe será indiferente. Espero que festeje a oportunidade dos temas discutidos, cujo objetivo, longe de ser o de jogar farofa no ventilador, é apontar problemas que podem ser reparados, a fim de tornar nossa profissão mais digna, humana e, sobretudo, reconhecida.

RESENHA DO LIVRO PAPA MIKE

Resenha do livro Papa Mike pela menina que comprava livros.

COMPARTILHAR
Sargento Lago (SP)
Ex-policial da ROTA e jornalista diplomado, Lago também é cantor e compositor de músicas que retratam a rotina policial. Na reserva da PMESP desde 2009, acabou de lançar o livro Papa Mike – A realidade do policial militar, após visitar todos as corporações do Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA