Policia do Senado Federal

285
Policia do Senado Federal
Policia do Senado Federal

Operacionalmente, é considerada uma polícia bem preparada, equipada e capacitada para o tipo de atividade que executa. Apesar de pouco conhecida pelo público em geral, recentemente pôde ser observada em ação executando a prisão do Ex-prefeito de São Paulo e de outras ex-autoridades. Suas atribuições fazem com que seja considerada de ciclo completo, o que significa que executam tanto atividades que são delegadas às Policias Civis quanto às Militares, e ainda, por sua abrangência, à Policia Federal à ABIN, tudo isso no âmbito do Senado Federal. Inclui uma Academia com um parque de recarga de munições e diversas instalações espalhadas pelos próprios do Senado Federal.

Esta foi a primeira Polícia da América Latina a utilizar equipamento não-letal Taser M26 e X26, adequado ao tipo de trabalho que executam, principalmente face aos locais com grande circulação de autoridades e visitantes, especialmente crianças das escolas do DF e região do Entorno. Para conflitos armados, utilizam o .40 (com diversos tipos de ponta, incluindo a CXPO, avançadíssima ogiva com ponta expansiva de cobre) como calibre padrão para todo seu armamento, que inclui pistolas de diversos tipos, carabinas e metralhadoras, além do calibre 12 para escopetas. Sua dotação inclui outros potentes calibres, como o 9 mm Lugger e o .45, mas pouco utilizados, pois são considerados pelos responsáveis como antiquados. Na área de Inteligência, possui os mais avançados equipamentos de contra espionagem, alguns com tecnologia tão sensível que necessitam de autorização dos governos de origem para sua comercialização. Na área de segurança de Dignitários, realizam a proteção, além do Presidente do Senado e demais Senadores, de todas autoridades que visitam o Congresso Nacional. Destaque para a proteção de testemunhas e depoentes de alto risco convocados pelas Comissões do Senado. A Polícia do Senado possui em seu quadro, agentes concursados que vieram de outras forças policiais, forças armadas e da área de segurança privada.

No dia-a-dia das atividades normais do Senado, a presença dos agentes não é notada mas, somente no período de janeiro de 2007 a fevereiro de 2009, foi responsável pela identificação e detenção de 209 pessoas ligadas ao tráfico de drogas, contrabando, prostituição, crimes relacionados à pedofilia e procurados pela Justiça nas dependências do Senado Federal.

COMPARTILHAR
Stive
Stive é o portal de Segurança e Defesa que está revolucionando a forma como a comunidade Law Enforcement encontra notícias relevantes. Stive é o destino on-line mais abrangente e confiável para as autoridades e instituições policiais em todo Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA