Canção TFM: Eu tenho uma mania

625
canção tfm

Eu tenho uma mania que já é tradição
De nunca me entregar e nunca ir ao chão
Eu sei o que eu faço, pouca gente quer fazer


Afome, o frio é grande, o sono é pra valer
De coturno engraxado e pouca água no cantil
A mochila bem pesada guarda alto o meu fuzil
Quando corro com essa tropa sino muita vibração
E o importante desta turma é a nossa união

COMPARTILHAR
Stive
Stive é o portal de Segurança e Defesa que está revolucionando a forma como a comunidade Law Enforcement encontra notícias relevantes. Stive é o destino on-line mais abrangente e confiável para as autoridades e instituições policiais em todo Brasil.

13 Comentários

  1. Olê mulher renderia
    Olê mulher renda
    Tu me ensina a fazer renda
    Que eu te ensino a rastejar
    Olê mulher renderia
    Olê mulher renda
    Tu me ensina a fazer renda
    Que eu te ensino a escalar
    Olê mulher renderia
    Olê mulher renda
    Tu me ensina a fazer renda
    Que eu te ensino escalar
    Olê mulher renderia
    Olê mulher renda
    Tu me ensina a fazer renda
    Que eu te ensino atirar
    Olê mulher renderia
    Olê mulher renda
    Tu me ensina a fazer renda
    Que eu te ensino guerrear
    Olê mulher renderia
    Olê mulher renda
    Tu me ensina a fazer renda
    Que eu te ensino patrulhar
    Mas se me der uma granada
    eu largo minha namorada
    Com um fuzil e uma granada
    eu não preciso de mais nada
    A noite é minha amiga
    A chuva minha companheira
    Por este solo que tu pisa
    Eu patrulhei a noite inteira
    Meu peito é uma coraça
    Meu avanço um furacão

    Não me lembro do restante

  2. Olê mulher renderia
    Olê mulher renda
    Tu me ensina a fazer renda
    Que eu te ensino a rastejar
    Olê mulher renderia
    Olê mulher renda
    Tu me ensina a fazer renda
    Que eu te ensino a escalar
    Olê mulher renderia
    Olê mulher renda
    Tu me ensina a fazer renda
    Que eu te ensino escalar
    Olê mulher renderia
    Olê mulher renda
    Tu me ensina a fazer renda
    Que eu te ensino atirar
    Olê mulher renderia
    Olê mulher renda
    Tu me ensina a fazer renda
    Que eu te ensino guerrear
    Olê mulher renderia
    Olê mulher renda
    Tu me ensina a fazer renda
    Que eu te ensino patrulhar
    Mas se me der uma granada
    eu largo minha namorada
    Com um fuzil e uma granada
    eu não preciso de mais nada
    A noite é minha amiga
    A chuva minha companheira
    Por este solo que tu pisa
    Eu patrulhei a noite inteira
    Meu peito é uma coraça
    Meu avanço um furacão

  3. eu tenho uma namorada que é uma curtiçao.
    que paga canguru, que paga flexao.
    a gente so namora na selva ou na trinxeira e la no BINFAE agente vibra a noite inteira.
    seturinha bem fininha e perninha torneada.
    da tiros de fuzio e lança granadas.
    la na ksa dela a comida nao tem sal.
    tudo la na ksa dela é raçao operacional.
    o quital da ksa dela nao se varre com vasoura.
    se varre com granadas rajadas de metraladoras……

  4. Boa noite! Primeiro quero agradecer e parabenizar ao idealizador pela ótima iniciativa em colocar a disposição esse tipo de canção. Não há nada mais prazeroso que correr com uma tropa cantando canções, fazer a tropa vibar a cada canção é uma alegria ímpar, principalmente quando a mesma corresponde com um alto nível. Além do mais descontrai ao ponto de esquecermos a distância. Amigo se possível, claro, se tiveres essas canções em aúdio disponibilize-as. Desde já muito obrigado.

DEIXE UMA RESPOSTA