Jornal aponta Goiás como destaque em integração das forças policiais

2280

A Redação

Goiânia – Reportagem publicada pelo jornal Valor Econômico aponta Goiás como um dos destaques nacionais em ações bem-sucedidas de integração entre as forças policiais. Segundo a reportagem, o Estado “adotou a integração para reduzir os índices de criminalidade”. O texto assinado pelas jornalistas Ligia Guimarães e Ana Conceição constata que “a resolução de crimes cresceu e, em 2017, homicídios dolosos caíram 12,5%”.

A reportagem publicada no sábado (24/2) cita, como exemplo, o trabalho integrado entre as polícias Civil e Militar no Estado. “A PM faz um levantamento de informações, identificando as chamadas ‘manchas criminais’. No caso dos homicídios, os dados são encaminhados às delegacias especializadas da PC”, diz o texto do Valor Econômico.
Ao citar a entrevista do secretário de Segurança Pública, Irapuan Costa Júnior, o Valor Econômico também destaca que o Governo de Goiás, por meio da SSP, implantou uma série de medidas para reduzir a criminalidade.
Irapuan já afirmou que as ações integradas terão continuidade em sua gestão. “Vamos dar continuidade ao combate efetivo à criminalidade e aproximar a polícia do cidadão”, disse durante a posse.
O jornal cita “a criação de Regiões e Áreas Integradas de Segurança e o investimento em tecnologia da informação voltada para áreas de inteligência e análise criminal”. Além disso, informa que “o contingente policial deve aumentar 35% até o fim deste ano, na comparação com 2016”. Por fim, lembra que, em 2017, “houve redução nos 12 indicadores de violência medidos pelo Estado”.
Integração
A política de integração entre as forças policiais goianas teve início em 2016, na gestão do vice-governador Zé Eliton à frente da SSP. As ações conjuntas tiveram continuidade quando a pasta passou ao comando do professor Ricardo Balestreri.
O trabalho foi considerado “altamente positivo” pelas autoridades de Goiás, uma vez que resultou em desarticulações de associações criminosas, prisão de suspeitos, apreensão de drogas e armas, além de terem prevenido novos delitos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.